Webinar em foco Polónia e Hungria – Calçado 2021 (17 fevereiro)

por LMn

A AICEP, em parceria com a APICCAPS – Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Sucedâneos, vai realizar no dia 17 de fevereiro, às 10h00, um webinar dedicado ao setor do calçado na Polónia e na Hungria, no qual serão debatidas as melhores abordagens para as empresas que já estão presentes ou pretendem começar a exportar para estes mercados. A sessão contará a participação do diretor-geral da APPICAPS, João Maia, dos delegados da AICEP Pedro Macedo Leão, na Polónia, e Joaquim Pimpão, na Hungria, e da especialista Dorota Mazurek, redatora-chefe da revista setorial polaca “Swiat Butow” (Mundo dos Sapatos).

A pandemia causada pela covid-19 tem alterado os hábitos de consumo por todo o mundo e naturalmente a Hungria e a Polónia não são exceção. No decorrer deste período de ”nova normalidade” que dura há quase um ano, o calçado não foi uma prioridade para os consumidores e o e-commerce não conseguiu compensar as quedas das vendas presenciais.

Este webinar tem como objetivo apresentar o atual contexto macroeconómico, levando em conta a situação resultante da pandemia, as tendências e perspetivas (gerais e setoriais) destes mercados e as oportunidades para as empresas portuguesas.

Assista ao webinar e coloque as suas questões

FAÇA A SUA INSCRIÇÃO GRATUITA ATÉ 15 DE FEVEREIRO

INSCREVA-SE

PROGRAMA

17 de fevereio 2021

10h00 – Abertura da Sessão

10h05 – Intervenção de João Maia, diretor-geral da APICCAPS

10h10 – Apresentação do Mercado Polaco – Pedro Macedo Leão, delegado da AICEP em Varsóvia

10h20 – O Setor do Calçado no Mercado Polaco – Dorota Mazurek, redatora-chefe da revista setorial de calçado “Swiat Butow”

10:40 – Apresentação do Mercado Húngaro – Joaquim Pimpão, delegado da AICEP em Budapeste

11:00 – Q&A – Moderação de Isabel Gorjão, aicep Portugal Global

POLÓNIA E HUNGRIA

A Polónia é o principal mercado entre os países da Europa Central e Oriental que aderiram à União Europeia em 2004 e possui uma situação geográfica estratégica, sendo uma importante plataforma para outros mercados da região. As previsões de instituições polacas e internacionais apontam para um crescimento do PIB da Polónia entre 3,5 e 4,5% em 2021. O mercado polaco é extremamente dinâmico e tem apresentado nos últimos anos um considerável aumento nas importações de bens e serviços. A Polónia é atualmente o 10º principal cliente de Portugal, tendo as exportações portuguesas para este mercado registado um crescimento contínuo entre 2013 e 2019, com uma taxa de crescimento anual média superior aos 10%. A Hungria, por sua vez, é simultaneamente um país importador e exportador de calçado (660 milhões e 540 milhões de USD, respetivamente, em 2019). Os seus principais parceiros comerciais, no que se refere a importação, são a China (quase 50%), seguida da Polónia, Eslováquia, Alemanha e Áustria, que em conjunto representam 30% da importação de calçado. Alemanha e Áustria são os dois principais mercados de destino, representando no seu conjunto quase 60% da exportação de calçado da Hungria.

ORADORES

ORGANIZAÇÃO

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade