Viagens entre Hungria e Portugal

por LMn

1. De acordo com o Decreto n.º 408/2020 (VIII. 30.) do governo húngaro, os portadores de Certificado Digital COVID da EU passam a poder entrar na Hungria, sem restrições.

São admitidos os seguintes certificados digitais COVID da UE:

  1. Certificado de vacinação contra a COVID-19
  2. Certificado de teste, que prove que o titular foi sujeito a um teste PCR nas últimas 72 horas, com resultado negativo;
  3. Certificado de recuperação, que ateste que o titular recuperou de uma infeção por SARS-CoV-2, desde que tenham passado menos de 180 dias desde que testou positivo (teste PCR).

Qualquer um destes certificados só será aceite pelas autoridades húngaras se for apresentado no formato de Certificado Digital COVID da UE.

Para mais informações sobre Certificado Digital COVID da EU deverá consultar: https://www.sns24.gov.pt/guia/certificado-digital-covid-da-ue/

2. Para quem não tiver um certificado digital covid da EU, continuam a aplicar-se as condições de entrada descritas em: https://budapeste.embaixadaportugal.mne.gov.pt/pt/a-embaixada/noticias/condi%C3%A7%C3%B5es-de-entrada-na-hungria-a-partir-de-1-de-outubro

 

Certificado digital COVID da UE

A partir de 1 de julho de 2021, é permitida a realização de viagens, por qualquer motivo, com destino a Portugal por viajantes providos de um Certificado Digital COVID.

São admitidos os seguintes certificados digitais COVID da UE:

1. Certificado de vacinação, que ateste o esquema vacinal completo do respetivo titular, com uma vacina contra a COVID -19 com autorização de introdução no mercado nos termos do Regulamento CE n.º 726/2004 (só vacinas aprovadas pela Agência Europeia do Medicamento). A vacinação é considerada completa 14 dias após:

A dose única de uma vacina contra a COVID -19 com um esquema vacinal de uma dose, OU;

A segunda dose de uma vacina contra a COVID -19 com um esquema vacinal de duas doses, ainda que tenham sido administradas doses de duas vacinas distintas, OU;

A primeira dose de uma vacina contra a COVID -19 com um esquema vacinal de duas doses por pessoas que recuperaram da doença, se estiver indicado no certificado de vacinação que o esquema de vacinação foi concluído após a administração de uma dose

2. Certificado de recuperação, que ateste que o titular recuperou de uma infeção por SARS-CoV -2, na sequência de um resultado positivo num teste TAAN realizado, há mais de 11 dias e menos de 180 dias

3. Certificado de teste TAAN realizado nas últimas 72h que antecedem o embarque no primeiro ponto da viagem OU teste antígeno realizado nas últimas 48h que antecedem o embarque no primeiro ponto de viagem

NOTAS:

O Certificado Digital Covid da UE só é válido quando emitidos por países que fazem parte da União Europeia.

Os certificados podem ser apresentados de forma digital ou em papel

A apresentação de Certificado Digital COVID da UE dispensa a realização de testes para despistagem da infeção por SARS -CoV -2 por motivos de viagem

Todos os passageiros com destino a Portugal Continental, seja como destino final, em trânsito ou transferência, terão que completar este formulário online após a realização do check-in. O comprovativo do seu preenchimento deverá ser apresentado nos pontos de controlo.

 

Fonte: https://budapeste.embaixadaportugal.mne.gov.pt/pt/

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade