Uma pitada de português – para aprendentes da língua (Egy csipetnyi portugál – nyelvtanulóknak) – 25

por Eszter Gelencsér

O Dia da Espiga ou Festa da Ascenção, com vocabulário

A Kalász vagy a Mennybementel Ünnepe, szószedettel

O Dia da Espiga

Esta semana na quinta-feira, celebrou-se o Dia da Espiga, ou Quinta-Feira da Ascenção em Portugal.

As origens do Dia da Espiga remontam aos costumes pagãos – especialmente às culturas célticas e romanas – em que nesta altura as pessoas celebravam as primeiras colheitas do ano. Mais tarde este dia foi absorvido pela igreja católica, associando o Dia da Espiga à Festa da Ascenção que se celebra 39 dias depois do Domingo de Páscoa. Em Portugal esta é uma altura de tradições populares e até 1952 era feriado nacional. Atualmente há várias autarquias que mantém o Dia da Espiga como feriado municipal.

O Ramo da Espiga

O grande símbolo do Dia da Espiga é o Ramo da Espiga.

Neste dia as pessoas iam para os campos em busca dos vários constituintes do ramo da espiga. Segundo a tradição, o ramo será colocado atrás da porta principal da casa, local onde fica até ser substituído no ano seguinte.

Em dias de trovoadas queimava-se um pouco da espiga no fogo da lareira para afastar os raios.

Os significados dos componentes do Ramo da Espiga

As Espigas

As espigas devem ser sempre em número ímpar, e são a parte mais importante do ramo.

Representam o pão, como a base do sustento da família, e a fecundidade.

A Papoila

Com a sua cor vibrante e quente a papoila significa amor e vida.

O Malmequer

Simboliza no ramo a riqueza, e os bens terrenos. O seu branco simboliza a prata, e ao mesmo tempo o amarelo simboliza o ouro.

A Oliveira

oliveira acaba por ter um duplo significado no Ramo da Espiga. É um dos símbolos da paz desde a antiguidade.

Ao mesmo tempo é o símbolo da luz, porque é com o azeite que se enchiam as lâmpadas com que alumiavam as casas.

O Alecrim

Tal como a oliveira, é uma presença constante pelo mediterrâneo. Com o seu cheiro forte e duradouro, e sendo uma planta que resiste a quase tudo, simboliza no ramo a força e a resistência.

A Videira

A representação do vinho, tão importante na cultura e tradição portuguesa, no Ramo da Espiga vem naturalmente da videira.

Estas são as plantas principais do Ramo da Espiga, mas qualquer outra planta que apareça durante a caminhada do Dia da Espiga pode ser adicionada para embelezar. No entanto reza a tradição que não pode falhar nenhuma das acima, para não faltar o que ela representa.

Fonte: ofportugal.com, jornaldemafra.pt

Imagens: ofportugal.com, jornaldemafra.pt

Vocabulário

 

Planta em português Em húngaro O que representa? Em húngaro
a espiga a kalász o pão

a fecundidade

 

a kenyér

a termékenység

a papoila a pipacs o amor

a vida

 

 a szerelem

az élet

o malmequer a margaréta prata

ouro

 

az ezüst

az arany

a oliveira az olivaág a paz

a luz

 

a béke

a fény

o alecrim a rozmaring a força

a resistência

 

az erő

az ellenállás

 

 a videira a szőlővessző a alegria

 

az öröm, vidámság

 

 

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade