Um terço dos donos húngaros faz férias com o seu cão

por LMn
image_pdfimage_print

Sete em cada 10 húngaros têm algum tipo de animal de estimação, a maioria tem um cão e 80 por cento leva-o consigo nas viagens de carro, de acordo com um inquérito sobre viagens e férias com um cão, realizado com a ajuda da aplicação MOL Move.

Mais de 630 pessoas participaram no inquérito aos utilizadores do programa de fidelização digital da MOL Move, representativo por sexo, faixa etária e tipo de residência. O inquérito também perguntou sobre os desafios de viajar com animais de estimação e como superá-los.

Setenta e um por cento dos inquiridos têm algum tipo de animal de estimação e 53% têm um cão. As mulheres, as pessoas com menos de 30 anos e as que vivem em pequenas cidades e aldeias rurais têm mais probabilidades de ter um cão. Um terço dos donos (33%) leva o seu cão consigo quando vai de férias, sendo que a maioria (71%) deixa o seu animal de estimação ao cuidado de amigos e familiares.

A maioria das pessoas só leva o seu animal de estimação no carro para viagens curtas

80% dos donos de Move levam o seu cão no carro, principalmente para viagens curtas. Um em cada dois donos de cães disse que, ocasionalmente, leva o seu animal de estimação em viagens de uma ou duas horas ou mais, mas estas são raras, não são ocasiões regulares.

Quando o fazem, a maioria (67%) pára a cada hora para deixar o cão exercitar-se e fazer as suas necessidades. Um em cada três proprietários viaja agora com o seu cão de forma adequada (33%), com um arnês preso ao cinto de segurança ou numa caixa de transporte (18%), também de forma regular. Atualmente, é menos comum os cães passarem algum tempo ao colo do passageiro (16%) ou aos pés (11%), o que pode constituir um risco de acidente.

“Parte da posse responsável de animais de estimação é prestar especial atenção às necessidades dos nossos cães no calor do verão, proporcionando-lhes uma oportunidade e um local para se refrescarem e beberem”, afirmou Piroska Bakos, porta-voz da MOL, num evento de imprensa em que foram apresentados os resultados do inquérito. Piroska Bakos, porta-voz da MOL, disse que a MOL tornou todas as suas estações de serviço amigas dos cães e que cada segunda estação de serviço doméstica, num total de 202, tem um leitor de chips para ajudar a encontrar o dono dos animais abandonados.

 

Fonte: turizmus.com

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade