UEFA pode mudar modelo do EURO 2020 para apenas um país

por LMn

O Euro-2020 adiado para o verão de 2021, deverá sofrer novas mudanças.

Segundo revelou Karl-Heinz Rummenigge, CEO do Bayern de Munique, a UEFA está a trabalhar num plano – que já tinha sido falado há meses – para modificar o formato de várias cidades europeias, modelo que estaria em estreia no ano passado, para apenas um país.

O torneio está previsto para começar a 11 de junho em 12 cidades, mas o dirigente alemão sublinhou que o conceito fazia sentido num contexto pré-pandemia.

«Não podemos esquecer que a ideia deste torneio, em várias cidades europeias, surgiu quando a Covid-19 não existia. Foi um iniciativa da Comissão Europeia, que queria mostrar futebol em toda a Europa», recordou Rummenigge em entrevista ao jornal alemão Muenchner Merkur/TZ.

«Mas sei que que presidente Ceferin, que é muito cuidadoso com o coronavírus, está a pensar se não faria mais sentido, em tempos como este, jogar o torneio num só país», disse, sendo que Ceferin afirmou na semana passada que havia esperança de manter o torneio devido às campanhas de vacinação.

Espera-se uma decisão final em março, para saber se Londres (meias-finais e final), Glasgow, Dublin, Bilbao, Amesterdão, Copenhaga, Munique, Roma, S. Petersburgo, Bucareste, Budapeste e Baku continuam a ser cidades-sede.

Fonte: Reuters

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade