UE/Presidência: Portugal é parceiro privilegiado para investir em África

por LMn | Lusa

O presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), Luís Castro Henriques, considerou hoje que Portugal é um parceiro privilegiado para investimentos em África e pode ser a ligação da Europa ao continente.

“Portugal é percecionado como uma plataforma para quem quer fazer negócios nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e é um parceiro credível”, disse o responsável, durante o seminário empresarial Portugal-África “Exportar ‘Verde’ – Internacionalização das empresas na era da sustentabilidade”, organizado pela presidência portuguesa da União Europeia, que decorre hoje em formato virtual a partir de Lisboa.

“Não é por acaso que as empresas estrangeiras procuram parcerias com as portuguesas”, acrescentou, apontando para o exemplo das parcerias que as companhias chinesas têm feito com a construtora Mota-Engil.

“Portugal tem talento, tem inovações tecnológicas e experiência nacional e internacional, principalmente na eficiência energética e nas renováveis, sendo pioneiro nesta área”, acrescentou o responsável na sua intervenção.

Além disso, apontou, Portugal pode ser “a ligação entre Europa e África” em termos da transição energética: “África e a Europa estão empenhados em acelerar a transição verde e o desenvolvimento sustentável, e Portugal pode ser o ‘link’ de sucesso entre os dois continentes”, afirmou Castro Henriques.

MBA // VM

Lusa

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade