Turismo na Hungria. É verão no Lago Balaton! Em Budapeste nem por isso

por admin

Em declarações ao MTI (Agência Nacional de Notícias da Hungria), o vice-CEO da Agência de Turismo Húngara László Lengid, afirmou que no Lago Balaton, em julho-agosto as reservas aumentaram 10% em relação ao ano passado, principalmente nos segmentos de apartamentos e casas de férias.

Na mesma linha de boas notícias e segundo József Szigetvári, CEO do grupo de marcação de alojamentos via internet, Szallas.hu, para o mesmo período de julho e agosto, a taxa de ocupação e reservas é de 70 a 90%. Em comparação com 2019, o número de reservas aumentou 6% e o número médio por pessoa, por noite, aumentou 4%. Os húngaros estão a reservar em média 3 noites em toda a área de Balaton.

A situação em Budapeste é bastante diferente e continua a sentir fortemente os efeitos negativos do covid-19. Segundo o vice-CEO da Agência de Turismo Húngara em julho a capital da Hungria foi visitada por 75 mil turistas, 40% deles da Hungria e 60% estrangeiros. Em condições normais a proporção costuma ser 10-15% e 85-90%, respetivamente. A quebra do turismo em Budapeste é um dos maiores problemas trazidos pelo novo coronavírus.

 

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade