Sondagem Pública: maioria dos inquiridos rejeita as quotas de migrantes

por LMn | MTI

Quase todos os participantes no inquérito do governo, indicaram a sua objeção a qualquer forma de distribuição obrigatória de imigrantes ilegais em toda a União Europeia, disse o secretário de estado para a comunicação e relações internacionais num vídeo publicado no Facebook na sexta-feira.

Zoltán Kovács disse que, dos mais de 1,4 milhões de inquiridos, 1.388.227, ou 99 por cento, disseram que aprovavam a posição do governo de rejeitar tais planos. “Este é um voto convincente contra”, disse ele.

98% dos inquiridos disseram que a migração ilegal deveria ser impedida de agravar ainda mais a situação do coronavírus, disse o secretário de estado. Uma proporção igual de inquiridos disse que as “organizações Soros” deveriam ser impedidas de promover a migração ilegal, acrescentou ele.

No total, 98 por cento apoiaram a disponibilidade do governo para entrar em debates com Bruxelas e “proteger a posição do povo húngaro” sobre outros assuntos, disse Kovács.

 

Foto em destaque por Zoltán Máthé/MTI

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade