“Sobre os 30 anos da reunificacao da Alemanha”. A opiniao de Carlos Santos Pereira um dos primeiros grandes especialistas desta ampla regiao europeia

por LMn

Por Carlos Santos Pereira

Título Original:

Reunificação: do entusiasmo à Ostalgie

Trinta anos depois, a desilusão e o desapontamento prevalecem no leste da Alemanha

Vivem sem dúvida melhor do que nos tempos da República Democrática Alemã (RDA), mas continuam mais pobres do que os seus vizinhos do Ocidente. Queixam-se da desigualdade entre leste e oeste quanto a salários e pensões, e muitos continuam sentir-se alemães de segunda classe e órfãos de uma identidade perdida.

Trinta anos depois, os estudos de opinião atestam que os sentimentos continuam divididos, que a reunificação continua a ser uma memória traumática para a maioria dos alemães de leste e que as diferenças sociais, políticas e culturais entre as “duas Alemanhas” continuam muito vincadas.

“Algo está errado” – observava há um ano o Die Zeit. “Trinta anos depois, a desilusão e o desapontamento prevalecem no leste do país”, como se a sombra do Muro continuasse a dividir os alemães de leste e de oeste.

A narrativa oficial descreve estas três décadas como um sucesso, mas a unificação teve aspetos traumáticos. A excitação da queda do Muro e da reunificação em breve cederia lugar a ressentimentos. Entre os Ossis (alemães de leste) grassam sentimentos de parda, os Wessis começam a acusar o fardo da reunificação.

Para os alemães ocidentais pouco mudou. Para os alemães de leste, a adoção forçada dos valores, das leis e das regras do Ocidente representou uma mudança brutal. Com os milhares de companhias privatizadas em quatro anos e os milhões de empregos perdidos, os Ossis viam desaparecer toda uma cultura, todo um modo de vida. As ilusões de 1989-90 deram lugar à Ostalgie (nostalgia do Leste).

O rendimento per capita no Leste é ainda 24% mais baixo do que no Ocidente, os salários são 15% mais curtos, a produtividade é menor e o desemprego duplica.

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade