Reunião do Grupo Visegrád (V4) com Ursula von der Leyen. Viktor Orbán: Hungria opõe-se à rebatizada proposta da quota de migração

por LMn

Segundo Viktor Orbán, no novo pacote de propostas sobre migração e asilo apresentado pela Comissão Europeia na quarta-feira, embora a cota seja rebatizada, ainda existe a cota e a Hungria opõe-se a ela. O Primeiro-Ministro falou sobre isso em Bruxelas, nesta quinta-feira, depois da reunião de uma hora e meia, juntamente com seus homólogos polaco e checo, com Ursula von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia.

Falando aos jornalistas na embaixada polaca em Bruxelas, com o Primeiro-Ministro polaco Mateusz Morawiecki e o Primeiro-Ministro checo Andrej Babis, ao lado, Viktor Orbán disse que o novo pacote de migração da Comissão é melhor do que as propostas anteriores, mas no fundo a abordagem da Comissão não mudou, acrescentando “não há nenhuma inovação no pacote”. Segundo o Primeiro-Ministro Húngaro, haveria avanços se a proposta húngara de que ninguém pudesse entrar no território da União Europeia até que um Estado-Membro tivesse autorizado a entrar na União depois de concluído o procedimento jurídico pertinente, fosse aceite.

Finalmente de referir que o Primeiro-Ministro Eslovaco, Igor Matovic, esteve representado na reunião pelo Primeiro-Ministro da Polónia, que atualmente detém a presidência rotativa dos 4 países que constituem o Grupo Visegrád (V4).

 

Fonte da notícia e Crédito da Foto: MTI / Gabinete de Imprensa do Primeiro Ministro / Zoltán Fischer

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade