Regiões do Arco Atlântico acordam despoluir oceano por proposta da CCDR-Norte

por LMn | Lusa

As regiões do Arco Atlântico acordaram combater a poluição no Oceano Atlântico, designadamente reduzindo o lixo marinho, na sequência da aprovação de uma declaração de compromisso apresentada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-Norte).

A declaração de compromisso, proposta pela CCDR-Norte e que defende a necessidade de um “mais firme compromisso das regiões e dos estados” em prol de um oceano sem poluição, foi aprovada por unanimidade pela Comissão do Arco Atlântico, cuja assembleia-geral decorreu em Donostia-San Sebastián, Espanha, avançou hoje à Lusa a CCDR-Norte, em comunicado.

O acordo destas regiões, que se situam em Portugal, Espanha, França, Irlanda e Reino Unido, passa por prevenir e reduzir o lixo marinho, nomeadamente produtos químicos, fibras têxteis e plásticos, e promover a salvaguarda da biodiversidade marinha.

Para isso, o Arco Atlântico compromete-se a partilhar dados, conhecimentos e redes existentes para promover práticas mais ecológicas e com menor desperdício.

“Há hoje uma consciência política reforçada e uma vontade comum das regiões da fachada Atlântica em acelerar a agenda ambiental e energética, no sentido de uma economia mais sustentável”, afirmou o presidente da CCDR-Norte, António Cunha, citado na nota informativa.

A Comissão Arco Atlântico tem como principal objetivo promover, através da cooperação interregional, o desenvolvimento das regiões que a integram.

SVF // JAP

Também poderá gostar de