Quais são os países que dominam o Inglês? Portugal conseguiu o melhor lugar de sempre neste ranking

por LMn

O inglês é considerado uma língua universal, permitindo que seja possível comunicar em diferentes partes do globo. Mas quais são os países de não nativos que melhor falam esta língua anglo-saxónica?

Através da análise de dados de 2,2 milhões de falantes não nativos da língua inglesa de 100 países e regiões, o relatório do EF English Proficiency Index determinou quais são os países que melhor e pior expressam-se em inglês.

Eis do top 10:

  1. Holanda
  2. Dinamarca
  3. Finlândia
  4. Suécia
  5. Noruega
  6. Áustria
  7. Portugal
  8. Alemanha
  9. Bélgica
  10. Singapura

Estes dez países obtiveram uma classificação “muito alta” na proficiência em inglês. Portugal conseguiu a melhor posição desde que este estudo começou a ser feito e também ficou em 7º lugar entre o top de países europeus. Veja o mapa.

Quais são os melhores países onde melhor se fala inglês? Portugal faz parte do top 10

Portugal tem subido posições neste ranking desde 2011, quando ficou em 15º lugar. No ano passado, estava no 12º lugar e, este ano, consegue a 7ª posição.

No sul da Europa, são os portugueses que melhor se expressam em inglês. Os outros países estão mais distanciados: Grécia (21º), França (28º), Itália (30º) e Espanha (34º).

No que toca às cidades, também há presença portuguesa no top 10. O Porto ficou em 9º lugar entre as cidades que melhor falam inglês, na lista composta por: Copenhaga, Amesterdão, Helsínquia, Oslo, Viena, Estocolmo, Berlim, Hamburgo e Budapeste. Lisboa ficou em 14º lugar.

Sobre as regiões que melhor falam inglês, o relatório, que analisou dados de pessoas com uma média de idade de 26 anos, destaca o continente Europeu, seguido da Ásia, África, América Latina e Médio Oriente. De facto, é nesta última região que está a maioria dos países onde os nativos não dominam o inglês: Arábia Saudita, Omã, Iraque e Tajiquistão.

De acordo com este estudo, um domínio elevado da língua inglesa representa mais abertura, integração e inovação.

Fonte: Sapo Viagens

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade