Portugal: AICEP assina contratos de investimento de 141ME que criam quase 500 empregos

por LMn | Lusa

Lisboa (Lusa) – A AICEP assinou hoje contratos fiscais de investimento com a João de Deus & Filhos, Vila Galé, Tryba e Siemens Gamesa, no valor global de 141 milhões de euros, que preveem a criação de quase 500 postos de trabalho.

“Trata-se de uma empresa de capital português (Vila Galé) que se expande, duas empresas de capital estrangeiro (João de Deus e Siemens Gamesa) que renovam a sua aposta em Portugal com mais investimento e diversificação de produtos e, finalmente, um investidor estrangeiro (Tryba) que chega ao nosso país para, em parceria com uma empresa portuguesa, criar uma nova unidade, introduzindo produtos diversificados e inovadores”, refere a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), em comunicado.

Mais detalhadamente, o projeto de investimento da João de Deus & Filhos, SA, no valor de 40,7 milhões de euros, “tem como objetivo a implementação, na sua fábrica, em Samora Correia, de duas novas linhas de produção que permitam a industrialização de duas novas tipologias de produtos”, ‘chiller’ para baterias de veículos elétricos e uma nova gama de ‘intercooler’ arrefecido a água constituída por três soluções específicas.

“WCAC para veículos híbridos ‘plug-in’; WCAC para motores de combustão interna baseado em materiais avançados e sem geração de resíduos; e WCAC com novas configurações funcionais e geometrias internas” são as soluções específicas.

Está prevista a manutenção de mais de 300 postos de trabalho e a criação de 101 novos.

O contrato foi assinado pelo presidente executivo, Venício Monteiro.

Quanto ao projeto de investimento da Vila Galé Internacional – Investimentos Turísticos, no montante de 16,4 milhões de euros, este “visa criar as unidades hoteleiras Vila Galé Serra da Estrela e a Vila Galé Alter Real, nos municípios de Manteigas e Alter do Chão, surgindo como uma forma de diversificação da oferta do grupo”.

O grupo vai disponibilizar novos segmentos de turismo neve, natureza/montanha e equestre.

“A candidatura visa a integração do conceito de ‘plastic free’, em ambas as unidades, o que, aliado à anterior inovação ‘paper free’ torna estes hotéis mais sustentáveis e inovadores”, refere a AICEP.

Está prevista a manutenção de mais de 100 postos de trabalho e a criação de 71 novos.

O contrato por parte da empresa foi assinado pelo administrador Gonçalo Rebelo de Almeida.

O projeto de investimento da Tryba, no valor de 49,3 milhões de euros, prevê “levar a cabo um projeto de investimento conexo com a instalação em Portugal de uma nova unidade fabril, de vanguarda a nível europeu, destinada à produção de janelas e portas de elevada performance em alumínio, PVC e pérgulas bioclimáticas”.

Neste âmbito, está prevista a criação de 212 novos postos de trabalho, tendo o contrato sido assinado pelo presidente executivo do grupo Atrya, Stéphane Delplancq.

A Tryba resulta de uma parceria estabelecida entre o grupo Atrya (51%), a Caixiave (28%) e a Certave (21%).

Por último, o projeto da Siemens Gamesa Renewable Energy Blades, no montante de 34,9 milhões de euros, tem como objetivo “o aumento da capacidade produtiva da unidade industrial da empresa, envolvendo a instalação de seis novas linhas produtivas para fabrico de novos modelos de pás eólicas, e a implementação de novas tecnologias aplicáveis ao contexto da produção de pás eólicas para aerogeradores, que irão permitir o fabrico de produtos inovadores no mercado nacional e internacional”.

Trata-se de uma nova gama de pás eólicas (76 e 83 metros de comprimento) para torres eólicas ‘onshore’ de elevadas dimensões, com uma capacidade entre 5,8 MW e 6,6 MW, e está prevista a manutenção de mais de 700 postos de trabalho e a criação de 100 novos.

O contrato foi assinado pelo diretor-geral da empresa, José Costa.

A assinatura destes quatro contratos decorreu hoje no Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa, e contou com a participação do primeiro-ministro, António Costa, do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e da administradora da AICEP responsável pela área de investimento e incentivos, Madalena Oliveira e Silva, bem como dos responsáveis das empresas.

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade