Porto Novo: Agricultores lamentam “fraca produção” de batata comum este ano

por LMn
image_pdfimage_print

Os agricultores no município do Porto Novo, em Santo Antão, lamentaram hoje o facto de terem registado este ano “uma fraca produção” de batata comum, praticamente em todos os vales agrícolas.

Os agricultores acreditam que a fraca produção de batata comum este ano esteja relacionada, sobretudo, com o facto de ter caído sobre as plantas “uma ferrugem” que impediu o seu desenvolvimento, com reflexos negativos na produção.

Em Martiene, zona onde o principal cultivo é a batata comum, a produção deste tubérculo ficou “muito aquém do esperado”, segundo o porta-voz dos agricultores, Ildo Vitória, para quem a produção deste ano foi “muita fraca” em relação aos últimos anos”.

“Em Martiene, em comparação com os últimos anos, a produção de batata comum foi muita fraca. Tudo por causa de uma ferrugem que caiu nas plantas”, explicou.

Na Ribeira dos Bodes, o cultivo de batata comum foi igualmente fraca, segundo o representante dos agricultores, Henrique da Luz, alegando a existência da tal “ferrugem” que condicionou a safra deste ano.

Também, na Ribeira da Cruz, mais precisamente, em Morro Cavalo, os agricultores alegaram as mesmas razões para explicar a fraca produção, este ano, da batata comum nessa localidade.

O facto de existir a praga dos mil pés no município limita também o cultivo da batata comum no concelho do Porto Novo.

JM/AA

Inforpress

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade