Porto angolano do Namibe exportou a maior quantidade de rochas ornamentais em 68 anos

por LMn | Lusa

Luanda, 03 abr 2022 (Lusa) – O Porto do Namibe, litoral sul de Angola, registou, na última semana de março deste ano, a exportação de 52.650 toneladas de rochas ornamentais, a maior operação desde a sua existência, em 1954, informou hoje a empresa pública.

De acordo com uma nota da empresa, as 52.650 toneladas de granito à granel tiveram como destino o Porto de Xiamen, República Popular da China, sendo o exportador a empresa angolana Hipermaquinas.

“As operações de embarque tiveram início no terminal comercial, operado pela Concessionária Sogester, no dia 22 de março e devido à limitação do calado disponível, a embarcação foi transferida para o Terminal Mineraleiro do Saco – Mar, cujo calado é superior à 18 metros no sentido de se concluir com as operações”, adianta a nota.

Esta quantidade superou o maior registo, até então, de 17.288 toneladas exportadas em 2017.

A empresa realça que a exportação de rochas ornamentais representa cerca de 90% do volume de mercadorias movimentadas pelo Porto do Namibe e outros exportadores de granito já manifestaram interesse de realizar operações do género, fruto da crescente procura desta matéria-prima no mercado internacional.

“Face ao crescente volume das exportações, foram recentemente desembarcadas e instaladas no Terminal Comercial do Porto do Namibe, duas gruas móveis (Liebherr) de movimentação de carga, que irão proporcionar maior celeridade neste processo, reduzindo desta forma o tempo de operação dos navios e consequentemente a redução das despesas de escala e dos fretes”, sublinha o documento.

NME//RBF

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade