PM’s da Hungria e da Polónia vão encontrar-se com o líder da Liga Italiana para discutir uma nova aliança

por LMn | MTI

Os primeiros-ministros da Hungria e da Polónia irão encontrar-se na quinta-feira com o líder do partido de direita da Liga italiana para conversações sobre a formação de uma aliança política europeia, disse na terça-feira a agência noticiosa estatal húngara MTI.

As conversações entre o primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán, o líder da Liga italiana Matteo Salvini e o primeiro-ministro polaco Mateusz Morawiecki terão lugar em Budapeste, afirmou a agência.

Eles discutirão a criação de uma aliança envolvendo a Liga, o partido de Orbán que governa o Fidesz e o partido polaco Lei e Justiça (PiS), citou a MTI.

O Fidesz desistiu do principal bloco pan-europeu de centro-direita, o Partido Popular Europeu, no início deste mês, dois anos após ter sido suspenso por políticas criticadas pelos principais conservadores como autoritárias.

As políticas nacionalistas de Orbán há muito que são vistas como mais adequadas aos blocos europeus mais pequenos à direita do PPE – como o grupo eurocético Conservadores e Reformistas Europeus (ECR) que inclui o PiS da Polónia, ou o grupo de direita Identidade e Democracia (ID) que inclui o Rally Nacional de França e a Liga Italiana.

Orbán afirmou ter mantido conversações com partidos com ideias semelhantes sobre a criação de uma nova aliança política, e que o Fidesz tem estado em conversações com forças políticas conservadoras à medida que procura um novo grupo no Parlamento Europeu.

Ele diz que o objetivo é que haja uma casa política para o Fidesz e forças semelhantes na Europa que não querem acolher migrantes e querem “proteger” as famílias tradicionais.

Orbán enfrenta eleições em 2022, com a oposição unida contra ele pela primeira vez.

 

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade