Paupério – Doce tradição desde 1874

por Dina Cardoso

Da história e tradições de Valongo fazem parte a indústria da panificação e os seus derivados. A regueifa e os biscoitos alcançaram uma fama que é reconhecida em todo o país.

Imbuídos nesta identidade valonguense ligada à panificação, António de Sousa Malta Paupério e Joaquim Carlos Figueira criaram, em 1874, a fábrica de biscoitos “Paupério & Companhia”. Dois anos depois, em 1876, a “Paupério & Companhia” recebe um prémio na Exposição Internacional de Filadélfia, feito que haveria de repetir nas exposições internacionais do Palácio de Cristal, em 1877, e na do Rio de Janeiro, em 1879.

Em 1974 o país celebrava a Liberdade e a Paupério o seu primeiro centenário. Atualmente, a Paupério é gerida pela 6ª geração da família Figueira, que mantém uma linha de biscoitos tradicionais com as mesmas receitas utilizadas desde a sua criação.

A produção bastante artesanal, com alguns equipamentos que são autênticas peças de museu, nunca foram obstáculo para a obtenção de produtos de elevada qualidade.

Sustentada nos mais exigentes princípios do HACCP, e tendo implementada a certificação IFS, a Paupério implementou um escrupuloso sistema de segurança alimentar, associado a um exigente processo de embalamento, que garante a melhor qualidade aos clientes e consumidores finais.

Manter a tradição e assegurar a produção de produtos de alta qualidade será sempre o principal objetivo da Paupério.

 

Fonte: pauperio.pt

 

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade