Papa lança encíclica contra o discurso de ódio dos governos populistas

por LMn

A terceira encíclica de Francisco, lançada este domingo, fala em “sinais de regressão” e no surgimento de “novas formas de egoísmo e de perda do sentido social mascaradas por uma suposta defesa dos interesses nacionais”.

O Papa Francisco criticou na sua nova encíclica “Fratelli Tutti” (Todos irmãos) o reacendimento dos populismos, o racismo e os discursos de ódio, lamentando a perda de “sentido social” e o retrocesso histórico que o mundo está a viver.

O Papa Francisco criticou na sua nova encíclica “Fratelli Tutti” (Todos irmãos) o reacendimento dos populismos, o racismo e os discursos de ódio, lamentando a perda de “sentido social” e o retrocesso histórico que o mundo está a viver.

“A história dá sinais de regressão. Reacendem-se conflitos anacrónicos que se consideravam superados, ressurgem nacionalismos fechados, exacerbados, ressentidos e agressivos”, escreve Francisco no texto divulgado pelo Vaticano e publicado pela agência Ecclesia.

Fonte: O Público

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade