P. Szijjártó: Hungria aberta à cooperação com Biden, mas exige respeito

por LMn

O Ministro dos Negócios Estrangeiros Péter Szijjártó em entrevista à EuroNews disse que a Hungria está aberta à cooperação com os Estados Unidos se Joe Biden estiver disposto a mostrar mais respeito para com o governo húngaro.

Como é do conhecimento público, o governo húngaro apoiou abertamente Donald Trump durante as últimas eleições. Por uma razão simples, eles tinham muito melhores relações com os EUA com Trump do que com Obama. Agora, com um aliado próximo de Obama  na Casa Branca, as tensões poderão azedar uma vez mais .

Szijjártó disse não acreditar que seja tão significativo o facto de o governo húngaro ter apoiado abertamente Donald Trump nas últimas eleições, uma vez que os cidadãos húngaros não puderam votar nas últimas eleições.

O ministro dos negócios estrangeiros trouxe à baila o que era anteriormente a “melhor relação política de sempre” entre a Hungria e os Estados Unidos, graças à forte relação pessoal entre Viktor Orbán e o ex-presidente Donald Trump.

Quando questionado sobre se lamentava ter criticado Joe Biden e o seu filho pela sua alegada corrupção na Ucrânia, Szijjártó disse que não tinha criticado ninguém. Em vez disso, respondeu que Biden foi quem criticou a Hungria, chamando-lhe autocrática. No entanto, o ministro dos Negócios Estrangeiros húngaro retirou o comentário, dizendo que foi feito durante a campanha eleitoral e que pode não ter sido exato.

Mesmo assim, Szijjártó pediu que o presidente recém-eleito mostre mais respeito para com a Hungria, e se desejar cooperar com a Europa Central, a Hungria está aberta e disponível.

Fonte: EuroNews/Hungary Today
Crédito da foto: Zsolt Szigetváry/MTI

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade