Os agregados familiares húngaros produzem 32,6 kg de lixo eletrónico por ano. Portugal ocupa a 12ª posição com 43,2 kg

por LMn

Na Hungria, a quantidade média de lixo eletrónico anual gerado por agregado familiar é de 32,6 kg, aproximadamente o peso equivalente a 12 monitores de computador modernos, segundo um estudo da Clearitwaste.co.uk.

A Clearitwaste.co.uk utilizou dados de e-waste da Global E-Waste Statistics Partnership e dados sobre a composição dos agregados familiares das Nações Unidas para calcular, de um total de 39 países europeus, quem produz em média o maior volume de e-waste por agregado familiar em cada ano.

A Hungria classificou-se em 25º lugar entre os 39 países europeus incluídos no estudo, à frente do Cazaquistão (32,2 kg por agregado familiar anualmente), e atrás da Polónia (32,8 kg).

Segundo os cálculos da Clearitwaste.co.ukʼs, com 4.240.000 lares na Hungria, o total de resíduos eletrónicos domésticos no país poderia equivaler a 138.224.000 kg – aproximadamente o mesmo peso que oito submarinos.

O estudo, que entrevistou 1.477 húngaros, acrescenta que cerca de 80% dos húngaros sentem que os organismos governamentais/ambientais relevantes precisam de educar melhor o público sobre o que é o lixo eletrónico e como este pode ter um impacto negativo no ambiente. Observa também que cerca de 37% dos húngaros inquiridos não sabem o que é o lixo eletrónico, e cerca de 35% sabem de forma segura e correta como eliminar os seus artigos eletrónicos antigos ou indesejados.

Lares noruegueses no topo da lista de geração de e-waste

A maior quantidade média de lixo eletrónico, 57 kg, foi gerada na Noruega. De acordo com o estudo, é aproximadamente o equivalente a seis tipografias de pequenas empresas. Em média, as famílias do Reino Unido geram anualmente cerca de 55 kg de e-waste, a segunda maior quantidade. Em terceiro lugar, as famílias irlandesas produzem uma média de 52,4 kg de lixo eletrónico todos os anos.

Portugal, juntamente com a Áustria, ocupa a 12ª posição, com 43,2 kg, no ranking dos agregados familiares geradores de e-waste.

No outro extremo, na 39ª posição, encontra-se a Moldávia. Os agregados familiares moldavos geram o menor e-waste na Europa a uma média de 11,6 kg por agregado familiar por ano. O peso do e-resíduo por família na Moldávia é proporcional ao peso de nove chaleiras de plástico de 1,7 litros vazias.

Fonte: Clearitwaste.co.uk.

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade