Orbán Viktor: há muito que não estava tão contente!

por LMn
image_pdfimage_print

Donald Trump, antigo presidente americano enviou um boné de basebol como presente ao primeiro-ministro Viktor Orbán, com uma mensagem escondida no interior. Depois da asneira que Trump cometeu no início da semana, é possível que estivesse a tentar fazer as pazes com o seu bom amigo.

O carteiro trouxe um presente, diretamente da América, escreveu o primeiro-ministro Viktor Orbán na sua rede social. A fotografia mostra que o seu bom amigo ofereceu ao primeiro-ministro da Hungria um boné de Donald Trump, que ele usa orgulhosamente com um grande sorriso no rosto.

O antigo presidente dos EUA até escondeu uma mensagem para Orbán no boné. Como ele escreveu,

Viktor, “you are great”

– sublinhou a última palavra.

O Primeiro-Ministro também publicou um vídeo da prenda recebida, que mostrava que Péter Szijjártó, Ministro dos Negócios Estrangeiros e do Comércio, tinha trazido o chapéu a Orbán. O seguinte diálogo teve lugar entre o chefe do ministério e o primeiro-ministro:

Péter Szijjártó: Trouxe-lhe um chapéu.

Viktor Orbán: Bem, onde é que o arranjaste?

Péter Szijjártó: De Nova Iorque. Ele (Trump) pediu-me para to trazer.

*Orbán pega no chapéu.

Péter Szijjártó: Estás com muito bom aspeto. Com a assinatura de Trump.

*Orbán vira o boné com a pala ao contrário.

Viktor Orbán: Ainda vou fazer rap. Talvez ainda hoje faça um pouco de rap.

O primeiro-ministro também publicou uma foto no X, sorrindo com a sua nova prenda. O político do Partido Verde alemão, Daniel Freund, retuitou o post, escrevendo: “Parece que o serviço postal turco trata muito bem as encomendas enviadas a destinatários desconhecidos”.

“Viktor Orbán, o líder da Turquia com mão de ferro”

Tendo em conta os acontecimentos de terça-feira, pode ser uma surpresa que o boné não tenha ido parar à capital turca, com Donald Trump a dizer num evento de campanha:

Há um homem, Viktor Orban, alguém já ouviu falar dele? É provavelmente um dos líderes mais poderosos do mundo. É o líder da Turquia.

Disse também que o país liderado por Viktor Orbán faz fronteira com a Rússia. O que é bom é que a Hungria e a Turquia não fazem fronteira com a Rússia.

A boa relação entre Viktor Orbán e Donald Trump começou há vários anos e, em 2016, o primeiro-ministro húngaro foi o primeiro líder em exercício a apoiar Donald Trump na campanha para as eleições presidenciais nos EUA. E Orbán disse recentemente que a guerra na Ucrânia poderia ser resolvida com a eleição de Trump como presidente. Ele acredita que o regresso do antigo presidente republicano é a chave para a paz.

Fonte: index.hu

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade