O Dia Internacional da Língua Portuguesa celebrado em Budapeste

por João Miguel Henriques

As Embaixadas de Portugal, Angola e Brasil em Budapeste, e o Consulado de Cabo Verde em Budapeste, em colaboração com o Departamento de Português da Universidade Eötvös Loránd e com o Centro de Língua Portuguesa do Instituto Camões, organizam no dia 5 de Maio, quinta-feira, a XI Edição do Dia da Língua Portuguesa e da Cultura da CPLP, com um variado conjunto de conferências e atividades culturais.

Iniciado em 2011, este acontecimento anual constitui a principal manifestação e promoção da língua portuguesa no espaço da Universidade Eötvös Loránd de Budapeste, cujo Departamento de Português acolhe desde 1998 o Centro de Língua Portuguesa do Instituto Camões.

O programa do dia, que este ano regressa à modalidade presencial, abre com palavras de saudação da parte da Prof. Dr. Ildikó Szjii, Diretora do Departamento de Português da Universidade Eötvös Loránd, do Prof. Dr. Dávid Bartus, Decano da Faculdade de Letras da Universidade Eötvös Loránd, e de S. Exª o Senhor Embaixador de Angola em Budapeste, José Filipe, que discursará em nome dos quatro países lusófonos com representação diplomática na Hungria.

Segue-se um ciclo de palestras subordinado ao tema “Espaços e Tempos da Lusofonia”, que contará com uma intervenção do Prof. João Paulo Oliveira e Costa sobre a “génese do mundo lusófono nos séculos XVI e XVII”. Participam igualmente o professor angolano José Octávio Serra Van-Dúnem (“Um olhar sociológico sobre os encontros e desencontros de cultura(s)”) e o professor brasileiro Antônio Carlos Secchin (“Língua portuguesa: travessias no tempo e no espaço”).

A tarde será preenchida com um desfile de roupas nacionais de Angola, do tradicional ao contemporâneo, e com o concerto da banda brasileira Arrasta Pest no espaço exterior da Universidade Eötvös Loránd de Budapeste.

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade