Novo Aeroporto Internacional António Agostinho Neto vai ser inaugurado dia 10 de novembro

por LMn | Lusa
image_pdfimage_print

 O Novo Aeroporto Internacional de Luanda António Agostinho Neto, com um custo de 2,8 mil milhões de dólares (2,5 mil milhões de euros), vai ser inaugurado a 10 de novembro próximo, anunciou o ministro dos Transportes de Angola.

Ricardo de Abreu apresentou hoje à imprensa o grau de execução das obras do novo aeroporto, que começaram, em 2013, como uma parceria público-privada, desfeita em 2017, altura em que o Estado angolano assumiu o projeto como um investimento público, com um financiamento da China de 1,4 mil milhões de dólares (1,2 mil milhões de euros).

O governante angolano considerou que o custo de investimento, de perto de três mil milhões de dólares (2,7 mil milhões de euros, “não é muito” para a dimensão e relevância do projeto, em termos de retorno para a economia angolana.

Segundo o ministro, a certificação deverá ser atribuída em finais de outubro deste ano, anunciando também, para o mesmo mês, o lançamento de um concurso internacional para a concessão de longo prazo da gestão do Novo Aeroporto Internacional de Luanda (NAIL).

“Nós estamos a preparar, neste momento, as peças para o lançamento do concurso para a concessão do novo aeroporto internacional de Luanda (…), para dizer aos parceiros internacionais quanto é que nós temos de expectativa de receber de rendimento deste aeroporto”, frisou.

O ministro dos Transportes de Angola frisou que o grande desafio se prende com o capital humano, destacando a criação, dentro do novo aeroporto, de uma academia nacional da aviação civil.

“Não temos dúvidas nenhumas que o grande desafio que temos hoje é o capital humano. Nós temos falado reiteradas vezes, embora estejamos a contar hoje com uma equipa de técnicos especialistas nacionais, que tem contribuído para isto tudo evoluir, nós temos falado sistematicamente da necessidade e da oportunidade de criarmos uma nova geração de aeronáuticos, em todo o espetro do setor”, referiu.

O NAIL, localizado no distrito de Bom Jesus, município de Icolo e Bengo, situado a 42 quilómetros do centro da cidade de Luanda, está inserido numa área total de 75 quilómetros quadrados, projetado para acolher a aeronave crítica de categoria F (Airbus – A380), terá uma capacidade de 15.000.000 de passageiros por ano, dos quais 10.000.000 passageiros internacionais e os restantes domésticos.

Com duas pistas paralelas, placa de estacionamento de aeronaves, placa de manutenção, placa de carga, placa de isolamento, tem projetado o manuseio de um volume de carga anual de 130 mil toneladas.

Para o segmento de carga, existem já operadores e despachantes que manifestaram interesse, nomeadamente a TAAG, DHL, FedEx, Etiopian Cargo, Tuskish Cargo.

Relativamente ao Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, no centro de Luanda, o titular da pasta dos Transportes referiu que vai continuar operacional, para voos especiais, mais curtos, executivos, atividade de transporte aéreo não comercial, podendo servir também para manutenção e formação.

NME // MLL

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade