Última hora: Covid-19. Hungria fecha as fronteiras

por LMn

Notícia de última hora: em 1 de setembro, o governo húngaro introduzirá novas regras de entrada de fronteira devido à propagação do coronavírus, anunciou o ministro Gergely Gulyás na conferência de imprensa desta sexta-feira, acrescentando que a segunda onda da epidemia atingiu a Europa e o número de pacientes também aumentou significativamente na Hungria.

Assim, como regra geral, a partir de 1 de setembro nenhum cidadão estrangeiro pode entrar na Hungria, apenas em casos particularmente justificados, principalmente para fins de trabalho, e o tráfego de trânsito internacional através da Hungria continuará a ser garantido.

Os húngaros que voltam do exterior são obrigados a ficar em quarentena por 14 dias, a menos que apresentem dois testes negativos para o coronavírus com dois dias de intervalo, disse Gulyás, acrescentando que além da proteção à saúde, os interesses da economia também o exigem.

“Persiste o perigo de que o vírus entre no país a partir do estrangeiro”, disse o ministro referindo que o número de contágios de covid-19 está a crescer em toda a Europa e que a intenção do Governo é indispensável “para defender a saúde dos húngaros, a economia e o início do ano escolar”.

“A medida não implica restrições à circulação no país”, acrescentou.

 

Fonte: 24.hu

 

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade