Nepal – Dávid Klein e Szilard Suhajda chegaram ao acampamento base

por LMn | MTI

Dávid Klein e Szilárd Suhajda chegaram ao acampamento base como parte da Expedição Zajo Dhaulagiri 2021, que visa atingir o pico de 8167 metros de Dhaulagiri, também conhecido como a Montanha das Tempestades, sem oxigénio e sem sherpas, conforme noticiado pela MTI.

Os dois alpinistas do Horizonte de Eventos, Dávid Klein e Szilárd Suhajda, iniciaram a sua viagem de Budapeste para o Nepal a 1 de setembro.

“Depois de uma longa e aventureira subida chegámos finalmente ao pé de Dhaulagiri. Nos próximos dias vamos montar o nosso acampamento base e preparar-nos para a nossa primeira ronda de aclimatização. Neste momento estamos em nuvens espessas e está a chover sem parar”, refere o alpinista Szilárd Suhajda.

Após alguns dias de descanso, começarão a sua primeira ronda de aclimatização, com o objectivo de passar 1-2 noites em cada acampamento a 5850 metros. Descerão então de volta ao acampamento base, seguido de mais alguns dias de descanso. Se conseguirem passar algumas noites no Campo 3 a 7400 metros, começarão então a subir o cume após um período de descanso de vários dias. Espera-se que isto tenha lugar em meados de outubro, mas as condições meteorológicas locais podem afetar esta situação. Os alpinistas montarão tendas nos campos de alta altitude, deixando comida, gás de cozinha e outros equipamentos”, recorda o comunicado.

Em 2016, Dávid Klein tornou-se o primeiro húngaro a subir sozinho o mais perigoso pico de 8.000m, Annapurna, também no Nepal. Em 2019, Szilárd Suhajda foi o primeiro húngaro a alcançar o cume do K2, na fronteira entre a China e o Paquistão, também sozinho.

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade