“Queremos apenas jogar futebol“

por Pál Ferenc

Diz Ferenc Puskás numa altura do musical estreado no dia 20 de agosto no Teatro Erkel, de Budapeste. A peça feita sobre a vida do famoso jogador de futebol  é uma história do desenvolvimento psicológico de um menino que se torna o melhor jogador do mundo. Mas, como a frase acima citada sugere, este desenvolvimento não foi tão fácil e simples nos anos de formação do futebolista, pois os acontecimentos políticos na Hungria socialista muitas vezes influenciaram a vida dos desportistas, que ao par de serem os heróis festejados do regime, eram alvos de manipulações políticas subtis. O musical em cenas bem compostas evoca estes anos de Ferenc Puskás, desde o início da sua carreira futebolística, quando ainda antes dos 12 anos de idade começa jogar na equipa de Kispest, até chegar a formar parte no Real Madrid, depois de sair como dissidente da Hungria…

 

Foto: Népszava

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade