Mundial 2022: Portugal no pote 1 se conseguir qualificação e mantiver lugar no ranking

por LMn | Lusa

O sorteio do próximo Campeonato do Mundo terá lugar a 1 de abril.

Porto, 24 mar 2022 (Lusa) – A seleção portuguesa de futebol, desfalcada de alguns habituais titulares, vai procurar hoje ultrapassar a Turquia, no Estádio do Dragão, no Porto, e garantir presença na final dos ‘play-offs’ para discutir uma vaga no Mundial 2022.

O desafio do caminho C dos ‘play-offs’ é de caráter decisivo, uma vez que é jogado apenas a uma mão, sendo que, vencendo os turcos, a equipa do selecionador Fernando Santos já sabe que vai lutar pelo lugar no Qatar com o vencedor do duelo entre Itália e Macedónia do Norte, cinco dias depois.

Com a responsabilidade toda do seu lado, Portugal tem sido fustigado por várias lesões, com principal destaque para os centrais Rúben Dias, que está lesionado, e Pepe, isolado após ter testado positivo à covid-19. O lateral João Cancelo é ‘carta fora do baralho’ para o embate ante os turcos, devido a castigo, mas, tal como o central do FC Porto, poderá ou não vir a ser opção para a final do ‘play-off’.

Além dos três defesas, também não há Renato Sanches, o melhor médio luso na transição defesa/ataque, Rúben Neves e Nélson Semedo, todos lesionados, sendo que o jogador do Lille já era ausência certa face aos turcos por castigo. Também Anthony Lopes foi dado como inapto e ‘caiu’ da convocatória, dando lugar a José Sá.

Assim, no Estádio do Dragão, Fernando Santos deve apostar em Rui Patrício para a baliza, atrás de um quarteto defensivo formado por Cédric Soares, José Fonte, Danilo e Raphaël Guerreiro, enquanto o meio-campo ficará a cargo de William Carvalho, João Moutinho e Bruno Fernandes. Já no ataque, é muito provável que seja composto por Diogo Jota, Bernardo Silva e o ‘capitão’ Cristiano Ronaldo.

Portugal e Turquia jogam hoje, a partir das 19:45, no Estádio do Dragão, no Porto, em encontro das meias-finais do caminho C dos ‘play-offs’ de acesso à fase final do Mundial2022, que será dirigido pelo alemão Daniel Siebert.

Quem vencer este duelo recebe, na terça-feira (29 de março), o vencedor do embate entre Itália e Macedónia do Norte, que também se defrontam na quinta-feira, em Palermo. Se Portugal passar, volta a ser anfitrião no Dragão.

Portugal procura a oitava presença em Mundiais, e quinta consecutiva, depois de 1966, 1986, 2002, 2006, 2010, 2014 e 2018, enquanto os turcos tentam apenas a terceira, após 1954 e 2002.

Portugal será cabeça de série no sorteio da fase final do Campeonato do Mundo de 2022 de futebol, no Qatar, caso ultrapasse os play-offs europeus de qualificação e conserve a atual conjuntura no ranking da FIFA.

De acordo com os procedimentos do sorteio da fase final divulgados esta terça-feira pela FIFA, o anfitrião Qatar e os sete primeiros classificados da hierarquia mundial aquando da próxima atualização (31 de março) – e que tenham assegurado presença no Mundial 2022 – integram o pote 1 no evento de 1 de abril.

Atualmente, Bélgica (primeiro do ranking), Brasil (segundo), França (terceiro), Argentina (quarto), Inglaterra (quinto), Itália (sexto) e Espanha (sétimo) ostentam esse estatuto, sendo que deste grupo apenas os italianos ainda não têm presença garantida na fase final, uma vez que vão disputar os play-offs, tal como Portugal, que, sendo oitavo colocado do ranking, ficaria no Pote 2 do sorteio.

Contudo, as duas equipas poderão encontrar-se na final do caminho C, o que obrigatoriamente deixaria uma delas de fora da fase final do próximo Mundial. Num cenário hipotético, caso Portugal eliminasse a Itália, a formação lusa ocuparia o lugar dos transalpinos enquanto cabeça de série no sorteio.

Para ser cabeça de série, Portugal tem de se manter à frente de Dinamarca, Países Baixos e Alemanha, nono, 10.º e 11.º classificados do ranking, respetivamente. Estas três seleções já têm presença assegurada no Qatar 2022 e, nos próximos dias, vão realizar partidas de preparação, que podem influenciar a classificação da hierarquia.

As Regras do sorteio

As seleções que ocupam as posições oito a 15 do ranking de qualificados serão integradas no pote 2, enquanto as equipas posicionadas entre 16 e 23 ficarão no pote 3. Já o pote 4 integrará os conjuntos posicionados entre os lugares 24 e 28, além dos dois vencedores dos play-offs intercontinentais e do terceiro apurado dos play-offs europeus, que serão conhecidos em junho, ou seja, já depois de ser realizado o sorteio.

Seleções da mesma confederação não poderão ser integradas no mesmo grupo, exceção feita às da UEFA, tendo em conta que haverá 13 equipas europeias presentes na fase final. Desta forma, cinco dos oito grupos do Mundial terão duas – e não mais – seleções europeias.

O sorteio do próximo Campeonato do Mundo terá lugar a 1 de abril, a partir das 19:00 locais (16:00 em Lisboa), em Doha. O Mundial 2022 vai decorrer entre 21 de novembro e 18 de dezembro, no Qatar.

As 32 equipas presentes na fase final serão divididas em oito grupos de quatro seleções e os dois primeiros classificados de cada agrupamento qualificam-se para os oitavos de final da competição.

Para já, estão qualificadas 15 seleções, 10 da Europa (Alemanha, Bélgica, Croácia, Dinamarca, Espanha, França, Inglaterra, Países Baixos, Sérvia e Suíça), três da Ásia (Coreia do Sul, Irão e o anfitrião Qatar) e duas da América do Sul (Argentina e o totalista Brasil).

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade