Ministro dos Negócios Estrangeiros Szijjártó responde a Obama: Orbán foi escolhido pelo povo húngaro

por LMn

O Ministro dos Negócios Estrangeiros Húngaro Péter Szijjártó foi ontem abordado pela televisão privada RTL Klub sobre os comentários que Barrack Obama fez sobre a Hungria e Viktor Orbán.

Como também foi publicado pelo LMN, uma entrevista recente com o apresentador do Daily Show Trevor Noah, Obama discutiu não só as suas memórias agora publicadas, mas também as questões sistémicas que ele acredita estarem a ter impacto no mundo de hoje. Obama acredita que muitas das questões que enfrentamos são causadas por uma falta de liderança democrática. Segundo o ex-presidente norte-americano, existem dois tipos de líderes, aqueles que incluem os seus cidadãos no processo de tomada de decisões, e aqueles que agem de cima para baixo, de forma hierárquica, tratando os seus cidadãos como inferiores. Nos seus exemplos de liderança antidemocrática, incluiu o primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán, comparando-o ao presidente filipino Rodrigo Duterte.

Chamado a pronunciar-se sobre as opiniões de Obama, Péter Szijjártó respondeu esclarecendo que a democracia húngara está viva e de boa saúde. O primeiro-ministro não é escolhido através de uma lotaria, mas é eleito pelo povo húngaro, disse Szijjártó, e continuou que a qualificação sobre o líder húngaro se baseia, portanto, na qualidade da decisão tomada pelos cidadãos húngaros. O ministro dos negócios estrangeiros disse que, considerando isto, “quase parece que aquele que faz tais reivindicações está a implicar que o povo húngaro é incapaz de tomar decisões eficazes sobre o seu próprio futuro”.

Tanto o ex-presidente Obama como o presidente eleito Biden fizeram os mesmos comentários em relação ao governo húngaro, e Szijjártó respondeu a ambos. Ainda não se sabe se ele irá abordar as acusações com mais pormenor. O que é claro, contudo, é que os comentários não são bem recebidos, e são sem dúvida prejudiciais à relação entre as duas nações.

 

Fonte: RTL Klub/Hungary Today

Crédito da foto: Zoltán Máthé/MTI

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade