Ministro dos Negócios Estrangeiros: empresas japonesas chave para o crescimento económico da Hungria

por LMn
image_pdfimage_print

As empresas japonesas desempenham um papel fundamental no crescimento económico da Hungria, tendo 19 empresas japonesas investido 21 mil milhões de forints (58,5 milhões de euros) e criado mais de 13.000 empregos desde o início da pandemia do coronavírus, disse na quinta-feira o Ministro dos Negócios Estrangeiros Péter Szijjártó.

Szijjjártó referiu no Facebook que se tinha encontrado com o embaixador japonês Masato Ohtaka para uma reunião introdutória e agradeceu ao seu país por dar à Hungria a oportunidade de comprar 2 milhões de comprimidos de favipiravir para ajudar na recuperação dos doentes com coronavírus. “A Hungria tem um interesse declarado no comércio mundial aberto e livre e apoiamos a assinatura de um acordo UE-Japão de proteção de investimentos”, disse ele.

Acrescentou que a Hungria “observou com admiração” um acordo de comércio livre assinado pela China, Japão e Coreia que, segundo ele, criou a maior zona de comércio livre do mundo.

Szijjártó disse que era um desenvolvimento importante que os produtos derivados de suínos húngaros pudessem regressar aos mercados japoneses após uma proibição devido à peste suína africana ter sido levantada para regiões específicas.

Disse também que a Hungria estava ansiosa pelos Jogos Olímpicos de Tóquio e notou que tinham sido assinados acordos com cinco cidades japonesas para proporcionar oportunidades para a preparação dos atletas húngaros.

Fonte: MTI

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade