Ministro das Finanças anuncia injeção de mais mil milhões na TAP

por LMn

O Governo deverá entregar mais mil milhões à TAP, uma injeção que, segundo anunciou o ministro das Finanças, João Leão, em entrevista à Sábado, será inscrita no Orçamento do Estado para 2022, elevando para cerca de dois mil milhões o dinheiro público de apoio à companhia aérea.

O governante recorda, na mesma entrevista, que o Programa de Estabilidade já previa uma verba de 990 milhões de euros para apoiar a empresa no próximo ano, a que se somam os 970 milhões de euros já injetados no presente ano. Estes valores elevam para perto de dois mil milhões de euros o montante público de apoio à TAP, na sequência dos problemas causados pela crise pandémica.

As injeções na transportadora aérea terminam em 2022, até porque “nem a Comissão Europeia, nem a direção-geral da concorrência, autorizariam mais transferências”, garantiu João Leão.

Questionado sobre se há o risco de o plano de reestruturação não ser aprovado, o ministro das Finanças disse não ver “qualquer razão” para que isso aconteça. “Temos todas as condições financeiras para que possa ser aprovado.”

O plano foi entregue a Bruxelas em dezembro de 2020 e havia já a expectativa de que fosse aprovado em março deste ano. Tal não aconteceu, mas o documento já está, na prática, a ser aplicado.

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade