Miklós Fehér e Béla Guttmann Homenageados

por LMn

Péter Szijjartó, ministro dos negócios estrangeiros da Hungria, e Miklós Halmai, embaixador húngaro em Portugal, estiveram esta quinta-feira no Estádio da Luz para prestar homenagem aos compatriotas Béla Guttmann e Miklos Fehér, que tiveram passagens pelo Benfica. A cerimónia foi acompanhada por João Varandas Fernandes, vice-presidente do Benfica.

«Aqui, temos uma herança muito rica! Sete dos 37 títulos de Campeão Nacional do Benfica foram ganhos com treinadores húngaros, dois títulos de Campeões Europeus ganhos com Béla Guttmann, ele que trouxe Eusébio para o Benfica», disse Péter Szijjartó ao site oficial das águias.

«Receber o senhor ministro dos Negócios Estrangeiros é receber todo o povo húngaro e em simultâneo toda a comunidade desportiva e todos os cidadãos húngaros que apreciam verdadeiramente o desporto. Esta homenagem conjunta a símbolos vivos, que respeitamos muito, é também um grande polo de ligação entre os dois países, uma ligação que se manterá», concluiu João Varandas Fernandes.

Béla Gutmann teve duas passagens distintas pelo banco do Benfica (1959 a 1962 e 1965/66), sendo que conquistou duas Taças dos Campeões Europeus (1961 e 1962) ao serviço das águias. Já Miklos Fehér representou o Benfica entre 2002 e 2004, numa carreira que terminou de forma abrupta a 25 de janeiro de 2004, com a trágica morte durante uma partida com o Vitória de Guimarães.

 

Fonte: Jornal “A Bola”

 

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade