Mais de cento e cinquenta eventos no Festival de Outono de Budapeste

por LMn | MTI

O Festival de Outono de Budapeste, um evento renovado que terá lugar entre 26 de setembro e 10 de outubro, irá oferecer mais de cento e cinquenta programas em trinta locais.

Gy. Erzsébet Németh, vice-presidente da Câmara Municipal de Budapeste, disse na conferência de imprensa do festival esta quinta-feira que a cultura não é uma forma fechada, mas uma forma de experimentação, movimento e mudança. Precisamos de reabrir as caixas de dúvida e criação, precisamos de dar à liberdade um conteúdo apropriado aos tempos.

Como referiu, o tema do festival é “Quem somos nós, Budapestenses? serão respondidas pelos artistas com reflexões densas e emoções comoventes.

Salientou que a política deve assegurar o acesso à cultura para todos. Não deve colocar muros e fronteiras em frente da cultura, mas deixar que a arte as quebre.

O festival, que foi lançado há 30 anos pela Câmara Municipal de Budapeste, está a ser organizado pela agência Budapest Brand Nonprofit Zrt.

Máté Gáspár, o diretor de programação do festival, salientou que cerca de dois terços dos mais de cento e cinquenta eventos terão lugar em locais de artes performativas não tradicionais, e o público poderá também desfrutar de programas em espaços públicos de Budapeste e em locais pouco habituais. Para ajudar os visitantes a encontrar o seu caminho, serão oferecidos diferentes itinerários, que refletem as diversas necessidades dos habitantes da cidade. Haverá programas para sonhadores e outros para pessoas que queiram participar.

Csaba Faix, CEO da Budapest Brand Nonprofit Zrt. disse que o festival foi repensado. O seu objetivo é levar a cultura para fora dos salões de mármore e para os espaços públicos, entre a população, e envolver a cidade.

Sublinhou que após muito tempo, o município da capital está a organizar o festival sem apoio do Estado, mas criaram o programa em cooperação com quatro distritos: I, II, VIII e XI.

Os programas que organizam nos quatro distritos são baseados em características locais. Os organizadores do festival, estão interessados em envolver mais distritos na cooperação ao longo dos anos, sublinharam os organizadores.

O festival deste ano no Distrito I apresentará a arte dos génios contemporâneos no castelo dos gigantes espirituais, no Distrito II #margitköz dará vida aos longos espaços não utilizados de Margit körút, no Distrito VIII #ezerhangújózsefváros mostrará tradições e aspirações multiculturais, enquanto no Distrito XI #ablakabartókra abrirá novas perspetivas e convidará as pessoas a atravessar fronteiras.

O concerto de abertura do festival celebrará o 100º aniversário do nascimento de Miklós Jancsó no palco Városmajor Open-Air Stage. FreeSzemle no Centro Cultural Marczibányi Téri e um staff que faz lembrar a personalidade e o espírito do cineasta com atuações, debates e exibições.

O Teatro Örkény irá apresentar uma nota dupla dirigida por Viktor Bodó e D. Dániel Kovács. Zsolt Prieger e Franciska Törőcsik dará um recital Mészöly na sinagoga da Rua Rumbach, que abriu após renovação no Verão, enquanto o Metrum Ensemble apresentará obras de Ádám Kondor e László Krasznahorkai, e o Sound Collective celebrará Barnabás Dukay.

As obras de Dante, que morreu há 700 anos, serão evocadas pela produção de Máté Hegymegi, o monodrama de József Gyabronka, a performance de Ádám Nádasdy e o teatro de ilusão física do NoGravity italiano.

A produção de Zagreb de Árpád Schilling, a atuação de Panni Néder em Berlim e a coreografia de Ferenc Fehér em Hannover serão apresentadas pela primeira vez na Hungria, e o Quarteto Americano-Canadiano de Viano será também apresentado ao público.

Sob os auspícios do Festival de Outono de Budapeste, terá lugar o 20º Festival UH, o 5º Teatro Tantermi Szemle na Casa Jurányi e a exposição de design visual do Centro OISTAT Húngaro no Palackozó na Ilha Margarida.

O festival incluirá também a exposição Boundless Design no Museu Kiscell e a (D)abertura do seu movimento de dança urbana e de dança contemporânea no Trafo.

O programa inclui também Budapeste100 no Bartók Béla út e o 1º Festival de Jazz Józsefváros no Salão da Praça Rákóczi.

O Festival de Outono de Budapeste partilhará palcos com a Maratona de Budapeste no último dia e encerrará com uma festa em que participarão os mais diversos criadores de arte de rua.

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade