Mais de 300.000 toneladas de alimentos desperdiçados na Hungria anualmente

por LMn

Segundo o Portfólio, todos os anos, em média, a população da Hungria produz 65 kg de resíduos alimentares per capita. É consensual que pelo menos metade dos alimentos que vão para o lixo não deveriam sofrer esse destino se fosse prestada mais atenção para não desperdiçar alimentos.

Segundo o Hírádó.hu referindo a dados publicados pelo Nébih – Entidade Nacional de Segurança da Cadeia Alimentar, os húngaros desperdiçam anualmente mais de 300.000 toneladas de alimentos, representando um valor total de mais de 170 mil milhões de forints (cerva de 480 milhões de euros), ou seja, cerca de 18.000 forints por pessoa.

O desperdício de alimentos é um problema ambiental, económico e também ético, pode ler-se no comunicado da Nébih, ontem publicado por ocasião do Dia Mundial da Alimentação.

A propósito de sublinhar que o Dia Mundial da Alimentação foi instituído por proposta húngara das Nações Unidas em 1979 e este ano, o objetivo traçado para a comemoracão do dia foi de aumentar a consciencialização sobre as questões relacionadas com a pobreza e fome e para incentivar a cooperação internacional.

 

Fonte: Portfólio e Híradó.hu

Traduzido do húngaro por Lusomagyar News

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade