Mais de 100.000 pessoas já viram a exposição El Greco nas Belas Artes

por LMn
image_pdfimage_print

Desde a sua abertura, mais de 100.000 visitantes admiraram as obras-primas de El Greco no Museu de Belas Artes. Em resposta ao grande interesse demonstrado, o museu abre as suas portas uma hora antes aos sábados e domingos, às 9 horas em vez das 10 horas da manhã.

Pela primeira vez, o público húngaro poderá ver uma exposição abrangente da obra de El Greco em Budapeste. O Museu de Belas Artes tem como objetivo proporcionar uma ampla panorâmica da obra de El Greco, ou Domenikos Theotokopoulos (1541-1614), um dos mais destacados mestres da história da arte europeia, mostrando a completa complexidade formal do pintor e o seu grande desenvolvimento estilístico, disse o museu.

O Museu de Belas Artes alberga uma das mais importantes coleções de pintura espanhola do continente, incluindo o sexto maior número de pinturas de El Greco da mão do próprio artista na Europa fora de Espanha. Para além das obras expostas no Museu de Belas Artes, mais de quarenta coleções privadas e públicas, incluindo o Museo Nacional del Prado e o Museo Nacional Thyssen-Bornemisza em Madrid, o Museo del Greco em Toledo, o Musée du Louvre em Paris, a National Gallery em Londres e a National Gallery of Art em Washington, emprestaram obras para a exposição.

A exposição leva o visitante através das localizações geográficas e centros artísticos onde o mestre visitou, com especial destaque para as cidades italianas que tiveram uma influência decisiva no desenvolvimento dos seus conhecimentos de pintor, desde Veneza e Roma até Toledo, onde passou mais de metade da sua vida e onde a sua arte se desenvolveu até ao seu pleno potencial.

Uma grande exposição, aberta até 19 de fevereiro, mostrará mais de meia centena de obras do mestre espanhol-cretão.

Fonte: turizmus.com

Foto de Zoltán Balogh/MTI

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade