O dia a dia na Hungria e a licença de maternidade

por LMn

No estrangeiro muitos não sabem, mas na Hungria as mães podem ficar em licença de maternidade até os filhos completarem 3 anos.

As mulheres, as mães têm licença de maternidade de 24 semanas (6 meses), mas podem tirar até três anos de licença e receber apoios, subsídios de maternidade. Nos primeiros seis meses, a mulher recebe 70% de seu salário anterior; este apoio é denominado Subsídio de gravidez e parto (TGYÁS -Terhességi-gyermekágyi segély).

Nos dezoito meses seguintes, até o segundo aniversário da criança, a Taxa de Cuidados Infantis (GYED-Gyermekgondozási díj) está disponível. O valor pago é de 70% do salário anterior do progenitor que cuida do filho; no entanto não pode ser superior a 70% do dobro do salário mínimo.

Um benefício que se chama Auxílio à Assistência Domiciliar Infantil (Gyermekgondozási segély – GYES) está disponível para os pais ou avós que cuidarem de uma criança até três anos, embora seja um valor muito menor. Para aquelas que estavam desempregadas no momento do parto, recebem apenas o GYES.

Existe também um benefício único de nascimento denominado Bolsa de Nascimento (Anyasági támogatás).

Finalmente de referir que o pai tem direito a cinco dias de licença de paternidade, a gozar nos primeiros dois meses a seguir ao nascimento da criança.

 

Foto: Unsplash

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade