Última hora: Covid-19 Hungria. 459 novos casos positivos nas últimas 24 horas

por LMn

De acordo com o site do governo koronavirus.gov.hu, a nova infeção por coronavírus (COVID-19) foi detetada em 459 novos cidadãos húngaros, o que aumentou para 7.382 o número de casos na Hungria.

Uma idosa de 82 anos faleceu, elevando assim o número de mortes para 621, sendo de 3.944 o número de recuperados.

De acordo com a informação, como alertam os dados de novas infeções, a epidemia não abrandou, o número de infeções ativas voltou a subir, pelo que continua a ser muito importante manter a disciplina, as restrições à entrada e às regras gerais de higiene. Na reunião de hoje, o governo vai reavaliar a situação epidemiológica.

Tal como foi escrito, a introdução do vírus representa a maior ameaça para a saúde e o trabalho do povo húngaro, pelo que as condições de entrada do estrangeiro voltaram a ser mais rigorosas. Assim, os cidadãos estrangeiros não estão autorizados a entrar no território da Hungria e os cidadãos húngaros que regressam do estrangeiro têm de ficar obrigatoriamente em regime de quarentena oficial, durante 14 dias.

O comunicado acrescenta ainda que, para conter a propagação do vírus, devem ser evitados locais com muita concentração de pessoas, manter o distanciamento social, lavar as mãos com frequência e usar máscara em espaços comerciais e transportes públicos. Qualquer pessoa que tenha recebido ordem de quarentena oficial em casa para uma estadia no exterior ou por qualquer outro motivo deve aderir estritamente. Qualquer pessoa com sintomas deve evitar contactos com a comunidade, ficar em casa e notificar o seu médico de família por telefone.

Por 24.hu

Foto: (MTI/Balogh Zoltán)

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade