Já se conhece o Melhor Pastel de Nata de 2021

por admin

A luta estava bastante acesa entre 12 finalistas, e ontem soube-se do vencedor do Melhor Pastel de Nata deste ano, durante a Prova Final em Oeiras.

Depois da primeira escolha recair em 12 casas com os melhores pastéis de nata em Lisboa, só ontem, no Congresso dos Cozinheiros que decorreu nos Nirvana Studios, em Oeiras, é que se ficou a conhecer o vencedor da edição de Melhor Pastel de Nata de 2021.

Ao lume estavam 12 casas finalistas, que durante três dias deram à prova, a um distinto júri (Andreia Moutinho, Carlos Fernandes, Domingos Soares Franco, Duarte Lebre de Freitas, Isabel Zibaia Rafael, Maria Urmal, Mário Rolando, Teresa Vivas e Virgílio Gomes), alguns dos melhores pastéis de nata fabricados na cidade.

Numa prova-cega, os pastéis de nata a concurso foram avaliados quanto ao seu aspeto, sabor e consistência, toque da massa, recheio e, claro, sabor.

Esta foi a lista de locais que concorreram ao Melhor Pastel de Nata de 2021, mas apenas um saiu vencedora, e foi logo na sua primeira participação neste concurso: a Padaria da Né, na Damaia.

  1. Padaria da Né, na Damaia (1º lugar)
  2. Pastelaria Aloma, em Lisboa (2º lugar)
  3. Pastelaria Patyanne, na Castanheira do Ribatejo (3º lugar)
  • Altis Belém Hotel, em Lisboa
  • Cantinho da Nata, em Queijas
  • Casa do Preto, em Sintra
  • Nilo Pastelaria, em Benfica
  • Pastelaria Casa do Padeiro, na Pontinha
  • Pastelaria Fim de Século, em Lisboa
  • Pastelaria Nata Morango, na Pontinha
  • Pastelaria Viriato, na Ramada
  • Pastelaria Santo António, junto ao Castelo de São Jorge

A Pastelaria Aloma, em Lisboa, e a Pastelaria Patyanne, na Castanheira do Ribatejo, arrecadaram os seguintes lugares no pódio, depois de um dia inteiro dedicado a várias provas, com um final delicioso atribuído à estreante Pastelaria da Né.

Segundo declarações à Visão, Noémia Rainho, a proprietária do espaço aberto há seis anos na Damaia, indicou,

Há quatro anos que queríamos participar neste concurso, mas não nos sentíamos preparados, até porque a nossa especialidade é o pão. Este ano, decidimos avançar e correu bem.”

A dona da Pastelaria da Né possui ainda dois outros espaços, um na Reboleira e outro em Odivelas, e indica que este é, sem dúvida, o bolo mais apreciado pelos seus fregueses, que habitualmente o acompanham com o, também tradicional, café.

@padariadane

Fonte: https://lisboasecreta.co/

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade