Hungria – Turismo em queda livre. Número de noites dos hóspedes baixa 92,7% em dezembro

por LMn | MTI

O número de noites de hóspedes em alojamentos comerciais na Hungria, em comparação com o ano anterior, diminuiu 92,7%, para 147.000 em dezembro. A pandemia continua a ter forte impacto na indústria do turismo, conforme o demonstram os dados divulgados nesta quinta-feira pelo KSH – Instituto Nacional de Estatísticas da Hungria.

O número de noites de hóspedes passadas por turistas húngaros caiu 89,0% para 104.000, enquanto que o número de visitantes estrangeiros caiu 96% para 44.000 noites. O número de viajantes estrangeiros na Hungria foi de cerca de 14.000. O número de viajantes domésticos foi de 33.000.

KSH mostra que após 10 de Novembro, data a partir da qual não foi permitido receber turistas em alojamento comercial, apenas os viajantes que chegavam em negócios ou educacionais sob restrições introduzidas para conter a segunda vaga da pandemia no país. A maior queda no número de visitantes estrangeiros e de noites de hóspedes foi registada na região do Lago Balaton (99%) e Budapeste (98%).

Em dezembro, as receitas do alojamento comercial diminuíram 93,4% para 3 mil milhões de forints (8,3 milhões de euros) em relação ao mesmo mês do ano anterior. Para o ano completo de 2020, o número de noites de hóspedes em alojamentos comerciais diminuiu  57,7%, para 13.332.000. O número de noites de hóspedes passadas por viajantes domésticos caiu 38,9% para 9.639.000 e o número de noites passadas por estrangeiros caiu 76,6% para 3.693.000. As receitas de alojamento comercial diminuíram 59,4%, para 228,1 mil milhões de forints em 2020.

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade