Hungria: Trânsito em Budapeste pior do que nunca?

por LMn

Tem vindo a tornar-se um tema dominante de que há engarrafamentos de trânsito por todo o lado em Budapeste. Estas são geralmente opiniões subjectivas, experiências individuais. Além disso, estas opiniões surgiram após mais de um ano de baixo tráfego. O que dizem os números?

Recentemente, cada vez mais engarrafamentos de trânsito têm sido relatados em Budapeste, escreveu o jornal Metropol. O governo húngaro usa isto para criar uma imagem negativa de Gergely Karácsony, o presidente da câmara de Budapeste e que é da oposição.

O portal telex.hu analisou os números. O número de compras de automóveis explodiu. Em comparação com 2019, mais 10% das pessoas utilizam os seus carros na capital. O número de congestionamentos em Budapeste também aumentou 10%. A utilização de carros pode ser inferida a partir de dados de consumo de combustível, dados de compra de carros, e dados de aplicações GPS.

O número de compras de automóveis explodiu. Nos primeiros cinco meses de 2021, foram vendidos mais de 60 mil carros novos. Mais carros novos significam mais tráfego. A aplicação de navegação Waze mede o número de utilizadores. Isto obviamente não cobre a totalidade do tráfego em Budapeste. No entanto, quase 20 mil utilizadores representam bastante bem as tendências do tráfego.

Em Junho de 2021, 10% mais pessoas usavam o seu carro do que há dois anos atrás. TomTom mostra níveis médios de congestionamento diários e semanais. Os dados da empresa mostram que, em comparação com 2019, o número de engarrafamentos é ligeiramente superior.

Nos mapas da empresa, também se pode ver quais as estradas que têm os maiores engarrafamentos de trânsito. Com base nisto, as ruas Nagykörút e Hegyalja são os dois pontos focais. Além disso, no caso do cais inferior de Buda, Rua Andrássy, Rua Üllői, Rua Gyáli e Rua Hungária, podemos esperar mais congestionamentos de trânsito.

Há várias razões para a formação de engarrafamentos de trânsito. As obras de renovação das estradas e pontes do centro da cidade começaram há algumas semanas. A renovação da Ponte das Cadeias começou, o cais inferior da Pest está fechado, e em breve haverá uma restrição na Praça Blaha Lújza.

Assim, a quantidade de engarrafamentos de trânsito não é significativamente maior sob a liderança de Gergely Karácsony do que antes. Além disso, mais carros e renovações de estradas também tornam o tráfego automóvel mais difícil.

 

Fonte: Metropol / Telex.hu

 

Crédito da foto: MTI

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade