Hungria: Taxa de desemprego recua para 4% em março

por LMn

O número de desempregados em março de 2021 era de 194.000, enquanto a taxa de desemprego caiu para 4%, de acordo com dados publicados pelo Gabinete Central de Estatística (KSH).

Em comparação com fevereiro de 2021, o número de desempregados diminuiu em 19.000 e a taxa de desemprego em 0,4 pontos percentuais.

Em comparação com março de 2020, o número de desempregados aumentou em 25.000 e a taxa de desemprego em 0,5 pontos percentuais.

O desemprego atinge 4,5% em janeiro-março

Em janeiro-março de 2021, o número de pessoas desempregadas com idades compreendidas entre os 15 e os 74 anos cresceu 42.000, numa base anual, para 215.000 e a sua taxa de desemprego aumentou 0,9 pontos percentuais, para 4,5%. Entre os homens, o número de desempregados aumentou de 14.000 para 106.000 e a taxa de desemprego cresceu 0,5 pontos percentuais, para 4,1%. No caso das mulheres, o número de desempregados aumentou de 28.000 para 109.000 e a taxa de desemprego aumentou 1,3 pontos percentuais, para 4,9%.

Comparativamente com janeiro-março de 2020, entre pessoas com idades compreendidas entre os 15-24 anos, o número de desempregados aumentou para 42.000 e a taxa de desemprego aumentou 2,4 pontos percentuais, para 13,6%. Quase um quinto de todos os desempregados provém deste grupo etário. As taxas de desemprego para pessoas entre os 25-54 anos de idade aumentaram 0,7 pontos percentuais para 4%, e para pessoas entre os 55-74 anos de idade aumentaram 1,1 pontos percentuais para 3,3%.

A duração média do desemprego foi de 9,1 meses; 26,4% das pessoas desempregadas tinham estado à procura de emprego durante um ano ou mais.

O desemprego foi mais elevado na Grande Planície do Norte durante este período, 7,3%. Em comparação com o mesmo período do ano anterior, aumentou em todas as regiões exceto na região transdanubiana do Sul: o mais rápido, em 1,8 pontos percentuais, na Grande Planície do Sul. O desemprego aumentou significativamente em 1,4 pontos percentuais tanto na região de Peste (3,8%) como no Norte da Hungria (5,7%). O desemprego foi mais baixo na Transdanúbia Ocidental e Central (2,3% e 2,4%, respetivamente).

No final de março de 2021, o número de candidatos a emprego registados atingiu 304.000, um aumento de 7,9% de ano para ano, de acordo com dados do Serviço Nacional de Emprego.

Fonte: KSH

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade