Hungria: Roménia coloca de novo em quarentena todos os que chegarem da Hungria. Sérbia abre o país.

por LMn

A partir desta segunda-feira, toda a gente que chega à Roménia proveniente da Hungria tem de entrar novamente em quarentena obrigatória devido ao agravamento do número de coronavírus.

A nova medida é válida não só para a Hungria, mas também para 66 outros países que as autoridades romenas colocaram na categoria epidemiológica perigosa. As únicas excepções são aqueles que foram infectados nos últimos três meses ou que estão totalmente inoculados.

De acordo como portal húngaro  index.hu, a Roménia tem uma lista “amarela” com os países onde o número de novas infecções per capita foi maior do que na Roménia nas duas semanas anteriores.

No caso da Hungria, que Bucareste colocou na lista amarela na sexta-feira, os cidadãos têm de passar duas semanas em quarentena obrigatória desde ontem,15 de fevereiro. Um teste PCR negativo significa uma isenção apenas se o cidadão estrangeiro abandonar a Roménia em 72 horas.

Por outro lado e como já informamos anteriormente, a Sérvia permite viajar da Hungria sem controlos de saúde. Isto significa que os viajantes provenientes da Hungria podem entrar na Sérvia sem apresentar um teste de coronavírus negativo ou submeter-se a quarentena obrigatória desde a quinta-feira passada, disse um representante do governo sérvio.  Recorde-se que a Sérvia inoculou 513 mil dos seus sete milhões de habitantes com a Pfizer-BioNTech norte-americana, o Sputnik V russo e a vacina chinesa Sinopharm. O número de infecções por coronavírus na Sérvia na quinta-feira foi de 400.837, e o número de mortes foi de 4.071. Anteriormente, a Sérvia levantou as restrições de viagem com a Bulgária, Macedónia do Norte, Kosovo, e Bósnia-Herzegovina.

 

Fonte: index.hu

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade