Hungria: Restaurantes apenas reabrirão com as vacinações em massa

por LMn

A reabertura de restaurantes e outras instalações de restauração dependerá da rapidez com que a Hungria conseguir obter vacinas e ter a sua população vacinada, disse nesta segunda-feira, Zoltán Kovács, o secretário de estado das comunicações e relações internacionais, ao MTI.

Kovács considerou compreensível a impaciência do setor da restauracão e catering, acrescentando que a pandemia atingiu fortemente o sector em toda a Europa.

“A vacina é a chave”, disse ele, acrescentando que os restaurantes reabririam gradualmente assim que as vacinações em massa estivessem em curso. Kovács observou que alguns países europeus tinham reiniciado o sector prematuramente, desencadeando uma terceira vaga da epidemia e forçando-os a fechar novamente as unidades de restauração.

O Secretário de Estado disse que a situação na Hungria era “bastante promissora”, e as restrições em vigor estavam a conter a epidemia, acrescentando que a pressa comprometeria os resultados alcançados até agora e mesmo a época do verão para a restauração como um todo.

Como as vacinas de Bruxelas estão em falta, o governo está a negociar com outros potenciais fornecedores, disse Kovács, acrescentando que a Hungria tinha chegado a um acordo sobre as entregas de vacinas russas e estaria preparada para comprar vacinas chinesas o mais rapidamente possível.

Fonte: MTI

Crédito da foto: Angelo Pantazis/Unsplash

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade