Hungria: Projeto de aquecimento de energia geotérmica em Budapeste

por LMn | MTI

Está em curso a preparação de um projeto para introduzir o aquecimento geotérmico em Budapeste que poderia reduzir as emissões de dióxido de carbono em 21.000 toneladas por ano.

O primeiro projeto geotérmico de grande escala da cidade com uma capacidade até 10-20 MWth está a ser realizado em cooperação com a empresa islandesa Arctic Green Energy, informou em comunicado a empresa municipal Főtáv.

A totalidade de 20 MWth produz pelo menos 300,000-400,000 gigajoules de calor geotérmico por ano, o que significa que 14,000-21,000 toneladas de dióxido de carbono, bem como 20,000-30,000 kg de poluentes atmosféricos locais não seriam emitidos.

Um par de poços geotérmicos com esta capacidade iria satisfazer as necessidades de aquecimento de 10.000 lares.

A primeira fase do projecto abrange o mapeamento de possíveis locais, a obtenção das licenças necessárias, bem como a preparação técnica, económica e legal, diz a declaração.

Em última análise, o objectivo é estabelecer uma capacidade de geração de calor geotérmico de 150-200 MWth, disse Főtáv, acrescentando que pretende estabelecer colaborações semelhantes com o Árctico e outros parceiros de perícia semelhante.

Fonte: MTI/Főtáv http://www.fotav.hu/

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade