Hungria: Principais Instituições Culturais recebem maior financiamento, diz ministro

por LMn | MTI

O apoio do governo central às 17 instituições de importância estratégica do Conselho Cultural Nacional aumentará em 13,5 mil milhões de forints (37,4 milhões de euros) este ano e em mais 17 mil milhões de forints em 2022, disse nesta segunda-feira o Ministro-chefe de gabinete do primeiro-ministro.

Gergely Gulyás disse que a decisão do governo visava o período 2021-2025, com o financiamento adicional deste ano a ser pago entre 1 de Agosto e 1 de Outubro.

Falando numa conferência de imprensa, na qual também participou György Vashegyi, o presidente do conselho cultural, Gulyás disse que o financiamento extra “proporcionaria um fundo decente e segurança financeira para as pessoas na cultura”. Acrescentou que a Hungria era uma “superpotência cultural” e que o seu recente crescimento económico poderia apoiar “uma maior concentração” no sector cultural.

O Conselho Nacional da Cultura foi criado em Dezembro de 2019 como um guarda-chuva para 17 instituições culturais incluindo o Teatro Nacional, a Ópera Estatal de Budapeste, o Museu Nacional Húngaro e o Museu de Belas Artes, bem como o Instituto Nacional de Cinema e a Academia Húngara das Artes.

 

Fonte: MTI

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade