Hungria: Posição no ranking dos países mais inteligentes do mundo

por LMn

Muitos não sabem quais são os países considerados os mais inteligentes do mundo. Foi recentemente publicado pela Vouchercloud um ranking onde foram tidos em consideração três factores decisivos. A Hungria também está na linha da frente, mas quem leva a palma na lista dos países mais inteligentes do mundo?

A Vouchercloud classificou os países mais inteligentes do mundo. O site recolheu dados de várias fontes e depois agregou-os para fazer a sua classificação final. A classificação tem em conta 3 factores: 1) Número de laureados com o Nobel; 2) Nível médio de QI; 3) Proporção de estudantes no ensino superior.

Prémios Nobel

Os Estados Unidos são o vencedor absoluto, com 368 prémios Nobel, seguidos pelo Reino Unido (132) e Alemanha (107), ambos com mais de uma centena de prémios. Para além dos países europeus na vanguarda, o Japão também ficou bem colocado no 6º lugar, juntamente com Israel (12), Índia (10), África do Sul (10), e China (9).

EUA (368)
Reino Unido (132)
Alemanha (107)
França (62)
Suécia (30)

Nesta classificação, a Hungria está em 21º lugar com 9 Prémios Nobel. É importante mencionar que a classificação considera um laureado húngaro com o Prémio Nobel que nasceu na Hungria e deixou o país como um adulto. Além disso, há ainda 6 laureados com o Nobel que não nasceram na Hungria, mas pelo menos um dos seus pais era de origem húngara.

Nível médio de QI

Como o portal de notícias húngaro Origo.hu relata, no que diz respeito ao nível médio de QI, pode ser observado um padrão diferente, uma vez que apenas os países asiáticos estão entre os 6 primeiros, pela ordem seguinte:

Singapura (107,1)
China (105,8)
Hongkong (105,7)
Coreia do Sul (104,6)
Taiwan (104,6)
Japão (104,2)

O primeiro país europeu é a Finlândia, em 7º lugar, com um QI médio de 100,9. A Hungria está no 24º lugar, juntamente com a França, com um QI médio de 98,1.

Educação

Em termos de educação, os países asiáticos estão destacadamente no topo da lista. A classificação é baseada na proporção de estudantes que ingressam no ensino superior.

Singapura (71,37%)
Coreia do Sul (66,85%)
Hongkong (66,66%)
Tajvan (63,21%)
Japão (58,01%)

Aqui, o primeiro país europeu é a Rússia em 6º lugar, com 38,46%. A Hungria está em 14º na lista com 29,4%. Surpreendentemente, o Cazaquistão ocupa o 9º lugar no ranking, enquanto países como o Reino Unido, Canadá, Alemanha, ou França não se encontram entre os 25 primeiros.

Resultados globais

A lista final é constituída pelos três factores acima enumerados.

O vencedor absoluto é o Japão, devido ao facto de não haver nenhuma categoria em que não estivesse entre os 6 melhores. A Suíça terminou em segundo lugar, seguida pela China, EUA e Países Baixos. O pequeno número de laureados com o Prémio Nobel foi o factor que empurrou os países asiáticos para baixo na classificação geral, com Singapura a tornar-se a 25ª classificada, apesar de ter ganho duas das três categorias, mas sem nenhum cientista laureado com o Prémio Nobel.

No entanto, podemos anunciar com orgulho que a Hungria ocupa o 16º lugar na classificação geral graças a estar entre as 25 melhores em todas as categorias.

A lista completa pode ser consultada aqui.

Fonte: vouchercloud.com/Daily News Hungary

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade