Hungria: O Ministério das Finanças apresentou ao Parlamento a alteração ao orçamento de 2021

por LMn | MTI

O Ministério das Finanças apresentou ao Parlamento, nesta terça-feira, a alteração ao orçamento de 2021 necessário devido à necessidade da atribuição contínua de fundos para a protecção do coronavírus e medidas de recuperação económica, informou o ministério em comunicado.

O projecto de lei abrange também o programa de apoio à compra de casa anunciado no outono passado e os aumentos  de despesas nos cuidados de saúde, apoio familiar e financiamento das autarquias locais.

Desde a aprovação do orçamento deste ano, a pandemia do coronavírus justificou alterações significativas nas medidas e decisões económicas, escreve o ministério.

Segundo a alteração, o objectivo do défice húngaro passa dos 2,9%  antes definidos, para os 7,5%. Apesar da nova situação, é possível alcançar uma redução da dívida pública de 80,4% no final de 2020 para os 79,9% do PIB até ao final de 2021. A alteração agora apresentada prevê um crescimento económico de 4,3% em 2021.

Espera-se que a proposta seja discutida e votada durante a sessão da Parlamentar da Primavera, afirmou o ministério.

Fonte: MTI

Ministro das Finanças Mihály Varga. Crédito da foto: Noémi Bruzák/MTI

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade