Hungria: o 10º pior país em termos de taxas de mortalidade Covid

por LMn

A Hungria tem quase 14.000 vítimas mortais devido à Covid desde o aparecimento do vírus. É um número tão elevado que coloca a Hungria entre os países com pior desempenho no mundo, com base no rácio vítimas e população. Atualmente a Hungria faz parte dos países com pior desempenho, considerando as mortes relacionadas com o Covid.

Segundo dados fornecidos por Worldometers, o número de mortes por 1 milhão de habitantes atinge 1444 desde o surto do vírus, o que coloca o país atrás de Montenegro e dos Estados Unidos. Com estes dados, a mortalidade na Hungria é mais elevada do que em Espanha ou em França, países que tinham sido considerados o epicentro da epidemia na Europa Ocidental durante bastante tempo – destaca o portal de notícias húngaro portfolio.hu.

A lista é liderada pela Bélgica, Eslovénia, Reino Unido e República Checa, em que o número de mortes por 1 milhão de pessoas ultrapassa 1700 em todos estes países desde o início. Seguem-se a Itália, Portugal, Bósnia-Herzegovina e Estados Unidos, com cerca de 1500 pessoas por 1 milhão de habitantes. Esta informação mostra que após a primeira vaga e o excelente desempenho em termos de conter o vírus e manter as taxas de mortalidade baixas, com a segunda vaga o país está a alcançar as partes do mundo com o pior desempenho.

Os dados mostram que o desempenho da Hungria está a tornar-se equivalente ao dos países cujos sistemas de saúde sofreram complicações no decurso de ambas as ondas. Quando se trata de mortalidade, temos de ser cautelosos, pois nem todos os países contam mortes com o mesmo método. Contudo, a maioria dos países opta por utilizar o mesmo, considerando alguém vítima de coronavírus se este morrer quando produz um teste positivo.

Fonte: Portfolio.hu

Foto: Unsplash

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade