Hungria: Novos blocos nucleares em Paks podem iniciar a operação em 2029

por LMn

Os dois novos blocos na central nuclear em Paks poderiam começar a funcionar comercialmente em 2029 e em 2030, disse János Süli, ministro encarregado da expansão da única central nuclear da Hungria, na sexta-feira na reunião da Junta do Região de Tolna.

János Süli disse que os dois blocos teriam um período de teste de seis a oito meses antes de iniciar a operação comercial.

Ele informou que um pedido de licença de implementação para os dois blocos tinha sido apresentado à Autoridade Nacional de Energia Atómica (OAH) pela empresa de projecto Paks II em 30 de Junho de 2020. a OAH tem o prazo de doze meses para analisar o pedido com uma opção de prorrogação de três meses, o que significa que a licença deverá ser emitida, o mais tardar, até ao final de Setembro de 2021.

Recorde-se que a Rússia está a financiar 80% dos 12,5 mil milhões de euros do custo dos blocos. O empreiteiro geral para a implementação é a Rosatom da Rússia. Os quatro blocos existentes da central de Paks, cada um com uma capacidade nominal de 500 MW, são responsáveis por cerca de metade da produção doméstica de electricidade.

Fonte: Hungarytoday.hu

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade