Hungria. Ministro da Agricultura: Sector agrícola vai receber mais de 4,200 mil milhões de forints em Fundos de Desenvolvimento até 2027

por LMn

O governo húngaro, através da Política Agrícola Comum (PAC) da União Europeia, irá gastar 4,265 mil milhões de forints (11,8 mil milhões de euros) no desenvolvimento das zonas rurais da Hungria, da sua agricultura e da sua indústria alimentar até 2027, disse na segunda-feira o Ministro da Agricultura István Nagy.

O governo decidiu aumentar o co-financiamento governamental para 80 por cento a partir de 2021, triplicando-o dos 17,5 por cento dos anos anteriores, para que seja possível alcançar “montantes históricos de financiamento”, disse Nagy.

No âmbito do outro pilar da PAC, destinado a fornecer suplementos de rendimento, a Hungria receberá mais 3,272 mil milhões de forints de financiamento da UE, disse Nagy.

O financiamento total para o sector, incluindo recursos da UE e internos, ascenderá a 7,537 mil milhões de euros no próximo ciclo financeiro, acrescentou.

O financiamento “sem precedentes” será utilizado para melhorar ainda mais as infra-estruturas em aldeias e pequenas cidades, para a modernização da indústria alimentar orientada para o mercado e para uma modernização da agricultura húngara que respeite o ambiente, disse Nagy.

“Um dos maiores desafios da próxima década é desenvolver as zonas rurais e a qualidade de vida das pessoas que nelas vivem, criar empregos, infra-estruturas e serviços disponíveis localmente e que sejam atraentes também para os jovens”, concluiu Nagy.

 

Fonte: MTI

Crédito da foto: Attila Kovács/MTI

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade