Hungria: Legisladores aprovam autorização de residência para nómadas digitais

por LMn | MTI

O Parlamento aprovou o estabelecimento de uma autorização de residência temporária especial para nómadas digitais nacionais de países não pertencentes à União Europeia, de acordo com um relatório da MTI.

Os estrangeiros de países terceiros cuja “utilização de tecnologia digital avançada permite que o seu trabalho seja realizado a partir de qualquer lugar” podem requerer o “Cartão Branco” que permite a residência na Hungria por um período de um ano, com uma prorrogação opcional de um ano.

O projeto de lei do “Cartão Branco” foi aprovado com 134 votos a favor e 54 contra.

A legislação foi o resultado de uma iniciativa do Corpo Operativo para coordenar a recuperação económica da Hungria.

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade